Atividade Nº4 (ainda incompleta..)

 

Materiais

 

1. Em cada uma das seguintes questões, coloca uma das letras M, F, Q, B, G, consoante aches que a questão é essencialmente de Matemática (M), Física (F), Química (O), Biologia (B) ou Geologia (G).

a. O que são ultrassons?
b. Porque arde um fósforo quando passado na lixa?
e. O que é o Teorema de Pitágoras?
d. Qual é a composição de um refrigerante de cola?
e. Como é o interior da Terra?
f. Como se reproduzem as abelhas?

 

2. Pede a um professor da tua escola, de uma disciplina diferente de Ciências Físico-Químicas, que te indique três fenómenos do seu dia a dia que se relacionem com a química. Depois, reúne as respostas e divide-as em duas categorias:

 

• aspetos positivos da química;

• aspetos negativos da química ou das suas aplicações.

Discute os resultados com os teus colegas, com disciplina e respeito uns pelos outros.

 

3. Debate com os teus colegas o significado das seguintes frases (alguns objetivos da química, segundo o conhecido químico inglês Peter Atkins):

 

• Transformar pedras em metais.

• Converter petróleo bruto em plásticos e fibras.

• Colher o ar e pintar de verde os desertos.

 

 

4. Comenta a afirmação: «A Natureza é um verdadeiro Laboratório.»

 

5. Recolhe informação junto das entidades autárquicas (podes consultar as respetivas páginas na internet) sobre:

• recolha seletiva de resíduos sólidos;

• tratamento de resíduos;

• organizações responsáveis pela reciclagem de materiais.

Procura dados sobre estas questões a nível nacional e compara-os com os da tua região.

 

6. Procura saber como se recicla o ouro utilizado em pequenas quantidades nas placas de computadores.

 

 

 


Atividade Nº 5

 

Substâncias e misturas de substâncias

 


1. Faz um inquérito junto dos teus familiares e amigos acerca da quantidade de leite que consomem por dia (regista o tipo de leite).

a. Representa, num gráfico de barras, o número de pessoas inquiridas que bebem:

i) entre O e 1/lo L;

ii) enlre 1/4 L e 1/2 L;

iii) mais de 1/2 L.

(1 L representa a mesma Quantidade que 1 dm3.)

b. Traduz, para cada um daqueles grupos de pessoas, a quantidade de:

i) hidratos de carbono;

ii) proteínas;

iii) gordura que ingerem, em média, por dia, a partir do leite (procura informações em embalagens dos diferentes tipos de leite).

c. Constrói um cartaz com os resultados encontrados e com frases e recortes em que se realce a importância do leite para a saúde.

 

2. Coleciona recor tes de jornais, revistas ou prospetos sobre bebidas variadas. A propósito de cada uma. elabora uma pequena descrição da sua constituição.

 

3. Procura, numa enciclopédia, noutros livros ou na internet, a composição do mel «puro» de abelha.

 


Atividade Nº6

 

Mistura de substâncias

 

1. Considera a composição do ar:

• Azoto (quase 80%, indispensável à vida das plantas).

• Oxigénio (cerca de 20%, indispensável à vida de animais e plantas).

• Vapor de água (percentagem variável de 0 a 4%).

• Dióxido de carbono (0.03%. indispensável à fotossíntese).

• Árgon (cerca de 1%, gás pouco reativo usado nas lâmpadas).

• Gases poluentes (monóxido de carbono, hidrocarbonetos. óxidos de enxofre, óxidos de azoto). Partículas sólidas em suspensão (carbono. chumbo). etc.

Debate, com os teus colegas. a afirmação: «O ar é uma mistura homogénea.»

 

2. Observa o seguinte gráfico circular:

 

a. Que tipo de mistura será o corpo humano?

b. Dos constituintes apresentados, qual é o menos abundante no corpo humano?

c. Por que razão poderá ser muito grave, ou até fatal uma desidratação do corpo humano?

 

 


Atividade Nº7

 

EXPERÊNCIA: Brincando gota a gota

 

 Com a realização da experiência Brincando gota a gota conseguirás:

• Decidir entre opções no planeamento da experiência.

• Realizar dois tipos de medições importantes em química: medições de volume de um líquido e pesagem (medição da massa).

• Aplicar cálculos fundamentais em química: cálculo de um valor médio, cálculos de propor cionalidade.

• Ao apresentar os re sultados dos cálculos, darás conta de que é necessário tomar uma decisão sobre o número de algarismos a utilizar, sobretudo quando existem muitos depois da vírgula.

 

• Desafio:


Tentar descobrir quantas gotas de água são necessárias para encher um tanque com 1000 litros de capacidade.

• Pensa e planeia a experiência:

É claro que não é prático encher um tanque com um conta-gotas.

Então, escolhe entre os procedimentos seguintes:

- Medir o raio de uma gota aproximadamente esférica e calcular o seu volume pela expressão

; dividir, depois, 1000 dm3 por este volume.

- Esvaziar um copo com 1 dm3 de água utilizando um conta-gotas: depois multiplicar o número de golas por 1000.

 

 

- Transferir água para uma proveta, com um conta -gotas, até se atingir o traço 5 cm3: depois, multiplicar por 200 000

 

 

• Discute:


O que pensaste com os teus colegas de grupo e com o/a professor/ a e esquematiza, em desenho, o que vais fazer, indicando o material de que necessitas.

 

• Realiza a atividade, regista e faz os cálculos no teu caderno.


• Responde às questões:

1. Qual será o volume de uma gota de água?

Ora, se gotas perfazem o volume de ______ cm3, então uma gota terá o volume x, sendo x = cm3.

 

2. Qual será a massa de uma gota de água?

Como 1 cm' de água tem a massa de 1 g, então uma gota com o volume
x = cm3 terá a massa y, sendo y = g.
Podes confirmar determinando a
massa de, por exemplo, 50 gotas:
Se 50 gotas têm a massa de
____ g, então uma gota
terá a massa de _____ g. --- ml = - ---
..,. ,.....l:::;.::.!::::;;: d50e ággoutaas
3. Todas as embalagens que contêm produtos perigosos têm obrigatoriamente no
rótulo um ou mais símbolos que nos informam do tipo de perigo e uma descrição
dos cuidados a ter para utilizar esse produt o com segurança.
Recolhe informações sobre alguns desses produtos e completa a tabela seguinte.
I
SI b I d 1 1 Cuidados a ter
Produto m O O e S1gniticodo do símbolo no utllizacóo
perigo
Pesticidas
Os produtos com este
símbolo atuam como
verieno
do produto
Evitar comple tamente
o contacto com a pele
e os olhos e nunca
respirar vapores
4. Prepara um aviso para os pintores de construção civil e de automóveis alertando
para a necessidade de trabalharem em locais arejados. pois os solventes usados em
algumas tintas. que são muito volátei5, podem causar danos quando inaladas.
49
50
Atividade N.0 8
.
.j. EXPERltNCIA: Transformações químicas au físicas? ····•···••·····••··••····••···••····••··•••···••····•••·•••·········•···•••···•••···••···•••·•·•···••••·•••···•••···••·•••·
~ Com a realização da experiência «Transformações químicas ou físicas?» conseguirás:
• Distinguir entre transformações físicas e transformações químicas.
• Familiariza r-te com técnicas de laboratór io: dissolução, pesagem e evaporação
à secura.
• Desafio:
Classificar as transformacões em químicas ou físicas
• Faz tu mesmo, com o seguinte material:
Papel
lodo
Cápsula
de porcelana
Tubos
de ensaio
,.
'•!.•
Lamparina
e tripé
Balança
• Experimenta, observa e pensa:
1. Rasgar o papel
o. Pega numa folha de papel
A4 e, sem a dobrar, rasga·a
na direção paralela a um dos
lados.
b. Pega noutra idêntica e ras·
ga ·a na direção paralela ao
ou tro lado.
- Cravo
branco .
Pin~ ~
Tinta
azul
-
Garrafa- esguicho
com água
Tesoura
Tinta
vermelha
MATERIAIS
•••• •• •• •••••••••• ••••••••••••••• • •••• • •• ••••• •••• •••••• • •••• ••• ••••• •••••• ••••••••• ••••• ••••• •••• •• •••• • •• •••••••••• ••••• •••••
e. Observa a diferença.
d. Classi fica esta transformação, completando a seguinte frase:
Como o papel não se lransformou noulro material diferente, digo que não
houve uma transformação . Houve uma __ física .
e. Infere:
Do facto de os rasgões terem características diferentes, posso inferir que a
estrutura do papel não é a mesma nas duas direções.
Z. Cravos coloridos
a. Depois de cor tar o caule do cravo longitudinalmente. faz a montagem
seguinte:
Tinta Tinta
azul vermelha
b. Espera um ou dois dias.
e. Infere:
Da mudança de cor do cravo, posso inferir que a água com as t intas terá
trepado pelo interior do caule do cravo até às pétalas.
É, em parte, por capilaridade que as plantas se alimen1am da água e sais
minerais do solo.
d. Classi fica esta 1ransformação, completando a frase:
Como não houve transformação de umas substâncias noutras, trata-se de
uma transformação _____ _
3. Vapores violetas
a. Aquece ligeiramente um tubo de ensaio que contém algumas palhetas
de iodo.
b. Faz, no teu caderno, o desenho do que vês acontecer.
SI
52
MATERIAIS
. ········•············ ···•···········•·············•······•···•··············•··•··········•··············•····•
e. O sólido aquecido transforma-se num . Nas paredes frias do
tubo, este volta a Estas transformações designam-se por
sublimação.
d. Não hâ transformação de uma substância noutra: apenas há mudança de
estado físico. É, ou1 ra vez. uma ______ física.
4 . Dissolução e arrependimento ...
a. Completa a seguinte frase:
Quando junto sal a água, ele deixa de se ver mas desaparece.
Deve. portanto, ser possível Se o for, recuperar-se-á todo o
que se _____ _
b. Numera na figura, por ordem, as operações que deves realizar.
Cápsula com sal
dissolvido em água o
Cápsula com sal
(início) o
Cápsula com sal
(arrefecida) o Cápsula
com sal o
e. Executa e regista:
Cápsula com sal
{lim) o
Água
Massa inicial da cápsula + sal= ______ g
Massa final da cápsula + sal = g
d. Discute a eventual diferença com os colegas e, depois. com o/a professor/a.
e. Classifica esta transformação, completando a frase:
Como não houve trans formação de umas substâncias noutras. tra lou·se. de
novo, de transformações ------
..• •

 

 

Atividade N.0 9
Tronsformoçõo de uma subst6ncio noutros
....... •.... .... ..... .......... .... .......•. •......... .... ............. ..... ......... .•............ .•... .... •......... ..
1. Compara os esquemas l e 2.
(1) [ vapor de água
Por aquecimento
~ 1000 •e oxigênio+ hidrogénio
(2) óxido de mercúrio
Por aquecimento
oxigénio + mercúrio
o. Quais são as diferenças e as semelhanças?
b. O que te parece a ideia de, por analogia com o óxido de mercúrio, designar a
água por óxido de hidrogénio?
2. Tenta acender um fósforo riscando-o numa folha de lixa para metais ou madei·
rase interpreta a frase: «Afinal o fósforo está na lixa.»
3. Supõe que eras convidado para realizar uma palestra sobre as reações fotoquí·
micas, ou seja. sobre transformações químicas provocadas pela luz.
USUNCARE
baby • Ullll.A SUN SLOCX LOTIOH
LOCIÓN • LUTE
3
Evito a
expoclçAo
demorad• ou
exctas:iva ao
Sol.
o
UGA POITIJGUESA (OlfT'U O (AH(IO
"..'.".' ....., .<_.4.:. . ...
-.....·...
Para preparares a tua intervenção escreve um pequeno texto onde exponhas as
ideias mais importantes sobre a ação do Sol no:
o. Corpo humano e as medidas de proteção necessárias durante os períodos
de exposição.
b. Processo de fotosslntese das plantas.
53
54
. •

 

Atividade N.0 10
· EXPERl~NCIA: Distinguir água puro de água com sol. sem provar
.............. ................ ...... .... ................ ............ ..... ................ ................ .......... .....
~ Coma realização da experiência «Distinguir água pura de água com sal, sem provar»
conseguirás principalmente:
• Distinguir um solvente puro de uma solução através da comparação das res·
petivas temperaturas de ebulição ou das temperaturas de solid ificação.
• Desafio:
Perant e dois copos - um com água e outro com água salgada - descobrir qual é
qual, sem provar. Confirma que a água com sal congela a uma temperatura mais
baixa do que a água pura.
• Fazassim:
As instruções seguintes estão baralhadas.
coloca-as primeiro por ordem:
1. Noutra divisão colocar água sem sal.
2. Nout ra ainda colocar sumo de
laranja.
3. Num copo colocar uma colher de
.._
Ferve a 100 ºC
Congela a O cc
sal e cinco colheres de água. Mexer bem para dissolver o sal.
Ferve a 102 •e
Congela a -7 "C
4. Verter a solução para uma divisão da caixa de fazer gelo no frigorífico.
S. No dia seguinte, ret irar e observar.
6 . Colocar a caixa no congelador.
7. Marcar as divisões com um lápis para não as confundir.
• Assinala o que observas:
O Nada aconteceu. isto é, continua tudo líquido.
O A água sem sal translormou-se em gelo.
O A água com sal permanece líquida.
O O sumo de laranja ficou pastoso. Água com sal
ou sumo O A água congelou em todos os casos.
O (Out ra observação)
de laranja .._ ____ .,
Água
MATERIAIS ,
········ ··•···•················ ····· ····· ···· ·············· ·········· ································· ···························
• Assinala o que obsel"vas:
o
Ovo
Água
o o
Água
com sal
1. Na sequência da experiência, tenta encontrar a relação com o uso do sal para
ajudar a derreter a neve.
2. Descreve como explicarias a um colega teu que não tenha estudado química o
que é a densidade, ou massa volúmica. usando os dados da tabela seguinte:
Paralelepípedos de alumínio à I Mnsso I Volume I Mossa (em g/cml)
temperoturo de 20 •e (em g) (em cm') Volume
17.3 6.4
17.3
6.4 - 2,7
28.1
28.1 10.4 10.4
-2.7
57.2 21.2
57.2
21.2
-2.7
3. Diz a lenda que, em tempos antigos, o rei de Siracusa (na Sicilia) pediu ao seu
ourives que lhe fizesse uma coroa. tendo entregue ao ourives 2,00 kg de ouro.
Quando o ourives lhe entregou a coroa. o rei mandou pesá·la. A sua massa era exa·
tamente 2,00 kg. No entanto, a cor da coroa parecia diferente da do ouro que o rei
tinha entregue ao ourives. Arquimedes, sábio do século Ili a.e ., demonstrou ao rei
que. conforme este suspeitava. a coroa que tinha mandado fazer não era de ouro
puro. embora tivesse a mesma massa que o ouro que o rei tinha entregue ao ourives.
Como terá Arquimedes descoberto isso? Planifica a atividade realizada por
Arquimedes que lhe permitiu fazer essa descoberta.
4. Escolhe uma bebida, por exemplo um sumo, e determina a sua densidade.
o. Compara -a com a densidade da água (substância pura).
b. Se a bebida fosse mais concentrada, teria a mesma densidade? Justifica.
-
55
56
. . .

 

 

 

Atividade N.0 11 MATERIAIS
: EXPERltNCIA: Distinguir entre ólcool e ógua
... ..•. ...•. ..........•.....•.....................•.••......•..............•.....•..............•...........•..
~ Com a realização da experiência «Distinguir entre o álcool e água» conseguirás:
• Utilizar diferenças no comportamento químico de duas substâncias para as
distinguir.
• Tomar precauções para não ter chamas próximas de líquidos facilmente inflamáveis
como o álcool.
• Desafio:
Perante dois tubos de ensaio - um com água e outro com álcool - descobrir qual o
que contém cada uma destas substâncias. recorrendo às suas propriedades químicas.
• Faz tu mesmo, com o seguinte material: ,,
Sulfato de cobre
branco em exsicador
Vidros de relógio Conta -gotas Espátula
• Podes cheirar •• sem risco:
Cheira os tubos de ensaio A e B. Assim é possível distinguir as duas substâncias. pois
o álcool tem um cheiro característico e a água não tem cheiro (é inodora).
• Confirma, utilizando comportamentos químicos da ãgua
e do álcool:
Repara no desenho do material a utilizar e completa as seguintes instruções: Com uma
______ coloco um pouco de uma substância sólida chamada ____ _
num vidro de relógio. Com um , junt o a esse pó branco duas ou três
gotas de água. Repito, utilizando outro vidro de e juntando duas ou três
gotas de álcool com o outro -gotas.
• Executa, observa e regista:
As gotas de _____ fazem aparecer uma cor _____ As gotas de
_____ , que têm um pouco de água, fazem aparecer apenas um leve tom
Coloca três gotas de álcool num vidro de relógio e aproxima (COM CUIDADO!) um
fósforo aceso.
•• •• .• .• .•

 

 

 

 

Atividade N.0 12
EXPERltNCIA: Separação dos substõncios de uma misturo . .•.....•..........•........•................•.......•.....•.....•............•....•..••........•........................
~ Com a realização da experiência «Separação das substâncias de uma mistura»
conseguirás:
• Identi ficar o(s) processo(s) de separação mais adequado(s) para separar os
componentes de uma mistura. tendo em conta a sua constituição e algumas
propriedades físicas dos seus componentes.
• Desafio:
Separar uma mis1ura de enxofre e sulfa1o de cobre.
• Faz tu mesmo, com o seguinte material:
2 gobelés Espátula Proveta
Vareta de vidro Funil de vidro Papel de filtro
Lamparina Tripó Rede Enxofre
-
Garrafa de
esguicho
com água

Suporte e argola
Sulfato de
cobre
57
58
MATERIAIS
•...••.. ••...•••....... ••... ••......•.••...••..••..•. •....•.. •••..•••..••... ••...••..•••••.•...••..••••. ••....•.
• Experimenta, observa e pensa:
1. Coloca num gobelé uma pequena porção de enxofre e uma pequena porção de sulfato
de cobre. Observa a mistura resultante.
2. Adiciona um pequeno volume de água e, com a ajuda de uma vareta de vida, agita
durante alguns minutos.
3. Filtra a mistura contida no gobelé.
4. Lava a substância retida no papel de filtro duas vezes com água.
S. Abre o papel de filtro e deixa secar a substância por ele retida.
6 . Aquece cuidadosamente o gobelé que contém a solução filtrada. até se formar um
solido. Oeixa arrefecer.
7. Identifica a substância sólida que se obteve.
• Responde às questões:
1. A mistura de enxofre e sulfato de cobre é homogénea ou heterogénea? Justifica.
2 . A água dissolve o enxofre ou o sulfato de cobre?
3. Qual é a substância retida pelo papel de filtro?
4 . Quais foram os processos de separação usados para separar os componentes desta
mistura?

 

Contactos

© Triplex