4.2. Separação dos componentes de misturas homogéneas

 

Os componentes das misturas homogéneas podem ser separados por processos físicos de separação.

 

Usam-se técnicas diferentes conforme se quer recuperar somente o soluto ou se quer   também  recuperar o solvente.

Vamos ver processos físicos que permitem separar:

 

• o componente sólido dissolvido num líquido;

• os componentes de pequenas amostras de misturas homogéneas;

• dois ou mais líquidos miscíveis com pontos de ebulição diferentes;

• dois ou mais líquidos miscíveis com pontos de ebulição próximos.

 

 

Vaporização do solvente

 

A vaporização do solvente é uma técnica que permite separar e recuperar um componente sólido (soluto) dissolvido num líquido (solvente), por aquecimento e vaporização do solvente.

 

 

Cristalização

 

A cristalização é uma técnica que permite separar e recuperar um componente sólido (soluto) dissolvido num líquido (solvente), por evaporação lenta do solvente, à temperatura ambiente, obtendo-se cristais do soluto.

 

Cromatografia

 

A cromatografia é uma técnica que permite separar os componentes de pequenas amostras de misturas homogéneas.

 

Esta técnica baseia-se no facto de diferentes solutos de uma mesma solução serem arrastados com velocidades diferentes ao longo de uma tira de papel ou de uma placa de material poroso por um solvente apropriado.

 

 

Destilação simples

 

A destilação simples é uma técnica que permite separar e recuperar o soluto e o solvente de uma solução através de uma ebulição seguida da condensação dos vapores formados.

 

A solução é colocada num balão de destilação e de seguida aquecida. Decorrido algum tempo, o componente com menor ponto de ebulição passa ao estado gasoso.

 

O vapor que se forma atravessa um condensador (o condensador de Liebig), onde os vapores formados são arrefecidos e passam novamente ao estado líquido, sendo recolhidos num gobelé. O líquido recolhido designa-se por destilado.

 

Esta técnica pode ser usada:

• para separar e recuperar um soluto sólido de um solvente líquido;
 
•para separar e recuperar líquidos miscíveis com pontos de ebulição diferentes.

 

 

Destilação fracionada

A destilação fracionada utiliza-se para separar e recuperar líquidos miscíveis com pontos de ebulição próximos.

 

Na destilação fracionada utiliza-se um dispositivo designado por coluna de fracionamento, que se coloca entre o balão de destilação e o condensador de Liebig.

 

Durante o aquecimento, os vapores do líquido com menor ponto de ebulição (o mais volátil) atingem primeiro o topo da coluna de fracionamento.

O líquido mais volátil é o primeiro a destilar.

Síntese de conteúdos

 

Processos físicos de separação dos componentes de misturas homogéneas:

Vaporização do solvente - técnica que permite separar e recuperar um componente sólido (soluto) dissolvido num líquido (solvente), por aquecimento. O solvente passa ao estado gasoso e o soluto fica depositado no fundo do recipiente.

Cristalização - técnica que permite separar e recuperar um componente sólido (soluto) dissolvido num líquido (solvente), por evaporação lenta do solvente, à temperatura ambiente. O solvente passa ao estado gasoso e o soluto fica depositado sob a forma de cristais.

Cromatografia - técnica que permite separar os componentes de pequenas amostras de misturas homogéneas.Esta técnica baseia-se no facto de diferentes solutos de uma mesma solução serem arrastados com velocidades diferentes ao longo de uma tira de papel ou de uma placa de material poroso por um solvente apropriado.

Destilação simples - técnica que permite separar e recuperar o soluto e o solvente de uma solução através de uma ebulição seguida da condensação dos vapores formados. A destilação simples permite separar e recuperar um líquido de um sólido nele dissolvido ou líquidos miscíveis com pontos de ebulição diferentes.

Destilação fracionada - técnica que permite separar e recuperar dois ou mais líquidos miscíveis com pontos de ebulição próximos.

 

Contactos

© Triplex