Einstein tinha razão. Ondas gravitacionais detectadas pela primeira vez

11-02-2016 16:07

Dia histórico para a ciência.

 

É um dia histórico para a ciência: as ondas gravitacionais previstas por Albert Einstein há um século, em 1916, foram detectadas, foi anunciado esta quinta-feira, em Washington.

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia, Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT, na sigla inglesa) e do LIGO (Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory) revelaram, em conferência de imprensa, ter registado um sinal correspondente a ondas gravitacionais.

Estas ondas gravitacionais foram emitidas pela colisão de dois buracos negros, um com 36 vezes a massa do Sol, o outro com 29.

Os dois buracos negros foram localizados a 1.3 mil milhões de anos luz do planeta Terra.

A hipótese avançada há 100 anos pelo físico Albert Einstein foi agora confirmada graças a dois detectores de lasers gigantes, instaladas no Louisiana e em Washington, nos Estados Unidos.

As primeiras ondas gravitacionais foram detectadas no dia 14 de Setembro do ano passado, mas só agora foram reveladas ao mundo.

 

Os dois detectores de lasers do LIGO trabalham em conjunto na busca das ondas gravitacionais.

São capazes de detectar pequeníssimas vibrações provocadas pela passagem das ondas gravitacionais pela Terra.

Depois de registarem os sinais, os cientistas converteram-nos em ondas rádio. O que permite ouvir o som da colisão dos dois buracos negros e “observar o Universo de uma nova maneira", anunciaram os cientistas.

 

From: RR

Voltar

Contactos

© Triplex