Os candidatos, com idades compreendidas entre os 19-60, foram  scolhidos entre 660 semifinalistas de todo o mundo. A próxima ronda vai requerer dos candidatos demonstrar que sabem trabalhar em equipa, e provar que são uma mais-valia para o planeta.

O Mars One pretende enviar a primeira equipa, constituída por quatro elementos, em 2024. Na fase de candidaturas, o projeto recebeu um total de 202.586 interessados em ganhar uma viagem só de ida para Marte.

"Ser um dos melhores candidatos individuais não me torna automaticamente o melhor jogador da equipa. Estou, por isso, ansioso para ver o progresso dos restantes candidatos e trabalhar com eles nos próximos desafios", confessou o médico Norbert Kraft.

Liderado pelo engenheiro holandês Bas Lansdorp, o Mars One ambiciona construir a primeira colónia em Marte - uma missão cujos veículos espaciais são financiados por um reality show. Os analistas do projeto calculam que a missão vai ter um custo de aproximadamente 6 bilhões de dólares para o primeiro voo.

Embora não haja nenhum português entre a lista de candidatos, a representação nacional deverá ficar a cargo de alunos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto que poderão vir a enviar para Marte um contentor com sementes de arabeta, que podem tornar-se as primeiras formas de vida terrestre em Marte.