Ficha nº9

 

Lentes

O olho humano e alguns defeitos de visão

1. Duas Lentes A e B têm potências, respetivamente, + 1 D e + 3 D.

a. Qual é a Lente que faz convergir mais a Luz refratada?

b. Classifica as Lentes em convergentes ou divergentes.

c. Estabelece uma relação numérica entre as distâncias focais das lentes A e B.

d. Indica uma aplicação para as lentes A e B.

2. A Sílvia acha que começa a ver mal. Foi ao oftalmologista que, após a examinar, lhe receitou o uso de óculos cujas lentes têm uma distância focal de - 4,0 m para o olho direito e de - 2,0 m para o olho esquerdo.

2.1. Que tipo de lentes a Sílvia vai ter de usar? Justifica.

2.2. O que significa dizer que uma lente tem uma distância focal de -4,0 m?

2.3. Determina a vergência de cada uma das lentes.

2.4. Que outra designação pode rer a vergência de uma lente?

2.5. Qual das lentes tem maior poder divergente? Justifica.

3. Observa a figura. Com uma lupa podemos ler um texto melhor pois ela aumenta o tamanho das letras, mantendo-as direitas.

a. Que imagens são observadas, reais ou virtuais?

b. Que tipo de Lente, côncava ou convexa, é usada numa Lupa?

4. Considera as figuras seguintes que mostram a aplicação de alguns dos espelhos estudados.

Identifica o tipo de espelhos ilustrados.

5. Num dia de consultas, um oftalmologista prescreveu a dois pacientes óculos com lentes cujas vergências se encontram na tabela seguinte.

5.1. Qual das lentes que o Alexandre vai usar tem maior distância focal? Justifica.

5.2. Qual das lentes que o Bruno vai usar tem maior distância focal? Justifica.

5.3. Qual das lentes tem maior poder divergente? Calcula a distância focal dessa lente, apresentando os cálculos necessários.

5.4. Qual das lentes tem maior poder convergente? Calcula a distância focal dessa lente, apresentando os cálculos necessários.

6. As lentes são peças de vidro, ou de outro material transparente, limitadas por duas faces, das quais pelo menos uma é curva.

As lupas têm uma lente de bordos delgados que, colocada próxima de pequenos objetos, permite ampliá-los. Os óculos das portas têm uma lente de bordos espessos que nos fornece uma imagem reduzida de quem nos bate à porta.

Observa a figura.

6.1 Seleciona a opção correta para as lentes representadas na figura.

A - Duas lentes são de bordos delgados e duas de bordos espessos.

B - Duas lentes são de bordos delgados e uma é de bordos espessos.

C - Há uma lente de bordos delgados e duas lentes de bordos espessos.

D - Há apenas uma lente de bordos delgados e outra de bordos espessos.

6.2 Seleciona a única representação que pode corresponder à lente dos óculos das portas.

6.3 Efetua todas as associações corretas entre cada um dos objetos referidos na coluna 1, as designações da coluna 2 e as representações da coluna 3.

6.4 Quando um feixe paralelo de luz incide numa lente de bordos delgados, como numa lupa, atravessa-a e sai da lente convergindo num ponto.

6.4.1 Indica a designação correta para o ponto onde o feixe converge.

6.4.2 Completa a figura seguinte desenhando o trajeto correto dos seis raios luminosos após saírem da lente da lupa.

7. O diagrama da figura representa um olho humano com um defeito de visão muito vulgar.

7.1. Qual o tipo de lente que constitui o olho humano?

7.2. Identifica o defeito de visão que afeta este olho humano.

7.3. Desenha uma lente apropriada para a correção deste defeito e representa a localização correta da formação da imagem.

7.4. Considera que a Lente desenhada para corrigir o defeito tem uma distância focal de 50 cm. Determina o valor da sua potência.

7.5. Identifica o tipo de defeito de visão que pode ser corrigido com lentes convergentes.

8. Um telescópio simples é constituído por duas lentes convergentes com distâncias focais de 60 cm (objetiva) e 1,5 cm (ocular).

8.1. Determina a potência de cada uma das lentes.

8.2. Identifica o(s) fenómeno(s) físico(s) em que se baseia o funcionamento deste telescópio.

9. Observa a figura seguinte:

Completa a frase com uma das opções abaixo:

Os defeitos de visão A e B são, respetivamente, a ____ e a ____ ; as lentes para os corrigir são, respetivamente, ____ e ____.

A. miopia ... hipermetropia ... convergentes ... divergentes

B. miopia ... hipermetropia ... divergentes ... convergentes

C. hipermetropia ... miopia ... divergentes ... convergentes

D. hipermetropia ... miopia ... convergentes ... divergentes

10. Observa as figuras seguintes.

         

a. Classifica cada uma das Lentes I e II em convexa ou côncava.

b. Identifica os pontos A e B.

c. Qual das Lentes também se chama de bordos espessos? Porquê?

d. Associa as representações de Lentes I e II às Lentes P e Q da figura.

11. Considera a seguinte figura:

11.1. Identifica o tipo de espelho ilustrado.

11.2. Elabora a construção geométrica que te permite obter a imagem do objeto apresentado.

11.3. Identifica as características da imagem obtida.

11.4. Classifica o foco deste tipo de espelhos.

12. Observa a figura e faz corresponder cada número da legenda a uma das designações na coluna da direita.

A. Cristalino

B. Pupila

C. Retina

D. Córnea

E. Íris

F. Humor vítreo

G. Nervo ótico

13. Uma lente divergente dá origem a uma imagem que é ...

(A) sempre real e ampliada relativamente ao objeto original.

(B) sempre virtual e ampliada relativamente ao objeto original.

(C) sempre real e menor relativamente ao objeto original

(D) sempre virtual e menor relativamente ao objeto original.

(Assinala a opção correta.)

14. Considera as figuras, que se representam esquematicamente dois objetos e duas lentes, que podem ser utilizadas para obter imagens.

14.1. Classifica cada uma das lentes tendo em conta a forma como variam a direção de propagação de um feixe paralelo.

14.2. Classifica a imagem obtida com cada uma das lentes, tendo em conta os seguintes aspetos:

- possibilidade de a imagem ser projetada num alvo;

- relação entre o tamanho da imagem e do objeto;

- relação entre a orientação da imagem e do objeto.

15. Lê com atenção o seguinte texto.

“A capacidade que o ser humano tem de ver é dada pelos olhos. É nos olhos que a luz é captada e transformada em impulsos nervosos que depois são interpretados pelo cérebro. O olho humano é constituído por várias estruturas que, funcionando como um sistema de lentes convergentes, refratam os raios luminosos. Algumas das estruturas que existem no olho humano são a córnea, a íris, a pupila, o cristalino, o humor vítreo, a retina, entre outras. É na retina que se formam as imagens (reais e invertidas) dos objetos que vemos. No olho humano podem ocorrer anomalias na refração ocular, provocando, por exemplo, miopia ou hipermetropia. Uma pessoa com miopia vê mal ao longe mas vê bem ao perto, enquanto uma pessoa com hipermetropia vê mal ao perto e bem ao longe."

De acordo com o texto e com os conhecimentos que já adquiriste, responde às seguintes questões.

15.1. Qual é o órgão da visão no ser humano?

15.2. Porque é que se diz que o olho humano funciona como um sistema de lentes?

15.3. Indica algumas das estruturas que constituem o olho humano.

15.4. Caracteriza as imagens formadas na retina.

15.5. Indica dois defeitos de visão associados a anomalias na refração ocular.

Contactos

© Triplex