Ficha nº1

 

Ondas de luz e a sua propagação

1. Observa a tabela seguinte:

1.1. Completa-a corretamente.

1.2. Identifica um tipo de luz não visível que não se encontre referido na tabela.

2. «Quando cumprimento um amigo, estou a vê-lo através da luz visível gerada pelo Sol refletida ou por uma lâmpada incandescente. Os raios de luz partem do meu amigo para os meus olhos. Mas os povos antigos, incluindo Euclides, acreditavam que vemos em virtude de raios emitidos de qualquer forma pelos olhos, que contactavam e contornavam o objeto observado, regressando novamente aos nossos olhos.»

Adaptado de Cosmos, Carl Sagan, Gradiva

a. Por que razão não conseguimos ver objetos dentro de uma sala às escuras?

b. Como o texto refere, nem sempre o fenómeno da visão foi explicado da mesma forma que hoje. Indica uma situação para a qual poderias pôr em causa a teoria de Euclides.

3. Observa a figura, onde estão representados alguns materiais. Seleciona:

 

a) os materiais transparentes;

b) os materiais translúcidos;

c) os materiais opacos.

4. Quando ocorre um eclipse parcial do Sol, o observador encontra-se (assinala a opção correta) :

A. ... na sombra provocada pela Lua, estando a Lua em fase de Lua Cheia.

B. ... na sombra provocada pela Lua, estando a Lua em fase de Lua Nova.

C. ... na penumbra provocada pela Lua, estando a Lua em fase de Lua Nova.

D. ... na penumbra provocada pela Lua, estando a Lua em fase de Lua Cheia.

5. Lê atentamente o texto seguinte.

"Ainda não deverá ser desta vez que Einstein é desautorizado: os neutrinos que pareciam viajar mais rápido que a velocidade da luz, entre um laboratório em Itália e o CERN (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear), na Suíça, afinal podem não ter feito nada disso. Um cabo mal ligado a um recetor GPS poderá estar por detrás de uma medição que, se fosse verdade, poria em causa algumas teorias de Einstein. Sem identificar a sua fonte, que diz ser alguém relacionado com a experiência, o jornalista da Science explica que, ao apertar melhor o cabo, se corrige a anomalia. As atenções concentram-se assim na utilização do sistema de posicionamento global (GPS) como o principal suspeito da origem da anomalia dos neutrinos mais rápidos do que a luz, como apontavam os críticos destes resultados.”

Adaptado de PÚBLICO

5.1. Explica qual o princípio básico da Física que parecia ser posto em causa pela experiência referida no texto.

5.2. Explica qual o erro que aparentemente foi cometido pelos cientistas em questão.

6. Das seguintes afirmações, indica as verdadeiras (V) e falsas (F).

(A) As ondas mecânicas são ondas que necessitam de um meio material para se propagarem.

(B) As ondas sonoras são ondas eletromagnéticas.

(C) As ondas mecânicas não se propagam no vazio.

(D) As ondas eletromagnéticas propagam-se no vazio.

(E) As ondas à superfície de um lago são ondas eletromagnéticas.

7. Dispomos atualmente de uma enorme variedade de objetos tecnológicos emissores e recetores de luz não visível. Associa corretamente cada objeto da coluna I à sua função indicada na coluna II.

8. Considera os corpos que aparecem nas figuras.

Indica:

8.1. os corpos que são luminosos. Justifica.

8.2. os que são corpos iluminados. Justifica.

9. Indica a frase verdadeira:

A. A luz propaga-se em todos os meios materiais transparentes, mas nunca no vazio.

B. Certos corpos podem viajar a velocidades superiores à da luz.

C. Os corpos luminosos emitem luz sob a forma de raios.

D. As sombras são uma consequência da propagação retilínea da luz.

10. Na figura seguinte representam-se duas perturbações, A e B, que se propagam no vazio, em função do tempo.

10.1. Classifica as ondas quanto à relação entre as suas direções de perturbação e propagação.

10.2. Indica a onda que tem maior valor de energia. Justifica a tua resposta.

10.3. Das seguintes afirmações, identifica a única opção verdadeira.

(A) A onda A apresenta maior velocidade do que a onda B no vazio.

(B) As ondas A e B têm velocidades diferentes de propagação no vazio.

(C) As ondas A e B propagam-se no vazio com uma velocidade de c = 299 792 458 m/s.

(D) As ondas A e B têm a mesma frequência.

(E) As ondas A e B resultam da propagação de uma perturbação mecânica.

Contactos

© Triplex