Resumo nº3

 

Massa e Tamanho dos Átomos

• A matéria, independentemente da fase (gasosa, líquida ou sólida) em que se encontra, é constituída por corpúsculos que se encontram em permanente agitação.

• Para compreender o mundo físico, é necessário utilizar frequentemente números muito pequenos e números muito grandes.

• Para exprimir números muito grandes e números muito pequenos, utilizam-se a notação científica (potências de base dez):

N x 10n

• Para medir distâncias entre dois pontos (comprimentos), utiliza-se:

- o metro (m), como unidade SI;

- o milímetro (mm), o micrómetro (μm), o nanómetro (nm), o angstrõm e o picómetro (pm), ao nível atómico e subatómico.

• A nanotecnologia é o estudo dos materiais e da sua manipulação à escala atómica e molecular.

• A nanotecnologia é aplicada na Medicina, Física, Química, Biologia, Eletrónica, ciência dos materiais, etc.

• O átomo é a menor amostra representativa de um elemento, sendo constituído por protões, eletrões e neutrões:

- Número de protões = Número de eletrões;

- Número de protões = Z;

- Número de massa = A, sendo A = Número de protões + Número de neutrões;

- Um elemento químico representa-se simbolicamente por um nuclídeo:

• A massa atómica relativa de um elemento (Ar) representa a massa média dos átomos desse elemento obtida por comparação com a massa de um padrão, que é o átomo de carbono-12.

• A unidade de massa atómica (u.m.a.) é igual a 1/12 da massa do átomo de carbono-12:

Isótopos são átomos do mesmo elemento químico que têm o mesmo número atómico, mas diferente número de massa.

• No caso dos elementos que apresentam isótopos, a massa atómica relativa média de cada elemento determina-se a partir das massas dos seus isótopos (massas isotópicas relativas) e da sua abundância relativa.

• A massa molecular relativa (Mr) é a massa de uma molécula e determina-se a partir da massa atómica relativa dos átomos que a constituem.

• A unidade de quantidade de matéria ou quantidade química em Química é a mole. Representa-se por n e a unidade é mol.

• Uma mole contém 6,02 x 1023 partículas. A este número chama-se número de Avogadro (NA):

NA = 6,02 X 1023 partículas mol-1

• O número de partículas N (átomos ou moléculas) de uma amostra é dado por:

• A massa molar (M) é a massa de uma mole de partículas. Exprime-se em g mol-1 e o valor é igual ao da massa molecular relativa.

Exemplos: (Dados tabelados: Ar(C) = 12,01 e Ar(O) = 16,00)

- A massa molecular relativa do dióxido de carbono, CO2, é:

                                                Mr(CO2) = 1 X Ar(C) + 2 X Ar(O)

                                                Mr(CO2) = 44,01

- A massa molar do dióxido de carbono, CO2, é:

M(CO2) = 44,01 g mol-1


o que significa que 1 mol de moléculas de dióxido de carbono (ou 6,02 x 1023 moléculas) tem de massa 44,01 g.

• A quantidade de matéria (n em mol) estabelece a relação entre a massa de uma amostra (m em g) e a sua massa molar (M em g mol-1) :


• Numa molécula, existe uma proporção fixa entre os átomos.

• A fração mássica de cada elemento no composto ou mistura é dada por:

• A fração molar de cada elemento no composto ou mistura é dada por:

• A soma das frações mássicas dos diversos elementos de um composto ou mistura é igual a 1.

• A soma das frações molares dos diversos elementos de um composto ou mistura também é igual a 1.

 

Contactos

© Triplex